terça-feira, 20 de março de 2012

Fósforo Remanescente, Nível Crítico, Fósforo Relativo

O fósforo total, no solo, pode estar com altos teores, mas uma pequena quantidade está disponível para as plantas. O fósforo ligado aos coloides está em equilíbrio com o fósforo da solução do solo. É este P na solução que as plantas absorvem para completarem seu ciclo, da germinação à produção. Por isto, as análises de solo são importantes para a recomendação de uma correta adubação. Para avaliar o P disponível no solo são usadas soluções extratoras. Um método muito usado de avaliação do P é o Mehlich 1. Neste método é adicionado à uma alíquota de solo, uma solução de ácidos fortes, em
baixas concentrações: uma mistura de ácido sulfúrico 0,0125 mol/L + ácido clorídrico 0,05 mol/L. A extração do P, pelo método Mehlich, sofre influência da capacidade tampão de fosfatos do solo. O teor de argila ou o teor de fósforo remanescente (P-rem) são características relacionadas ao poder tampão do solo e devem ser levadas em conta na interpretação de P disponível. A capacidade tampão é o poder que tem o solo de manter certa quantidade de P na solução do solo, ou seja, o P disponível.
Fósforo do solo e eficiência agronômica

O que é fósforo remanescente (P-rem)?
É a quantidade de fósforo adicionado que fica na solução de equilíbtio, após certo tempo de contato com o solo, em resposta a uma aplicação de P. Na determinação do P-rem utiliza-se uma solução de CaCl2 10 mmol/L, contendo de 30 a 60 mg/L de P, numa relação solo:planta de 1:10. É considerada padrão a utilização de 60 mg/L de P. O fósforo remanescente é um índice da capacidade de retenção de P pelo solo. Quanto maior a capacidade de retenção, menor será o valor do P-rem, e se relaciona com o teor de argila. O aumento da adsorção de fosfatos, em relação à textura do solo, verifica-se nesta ordem: argila>silte>areia fina>areia grossa. No que diz respeito às argilas, os óxidos de Fe e Al apresentam maior adsorção de fosfatos do que a caulinita. Quanto mais argiloso for um solo, maior será a adsorção de fosfatos e menor os teores de P-rem.
Fosfatagem do solo pelo teor de argila

A quantidade de P que permanece na solução depende de vários fatores, ou seja: concentração de P adicionada ao solo, tempo de contato e capacidade de adsorção de fosfatos do solo. Esta última depende do teor de matéria orgânica no solo, da textura e do tipo de argila. Quanto maior é o P-rem, menor é adsorção de fosfatos. Isto se verifica quanto maior for a quantidade de matéria orgânica no solo. A remoção de matéria orgânica do solo provoca uma exposição de cargas positivas que adsorvem os fosfatos, diminuindo a concentração de P na solução de equilíbrio.
Os nutrientes das plantas - fósforo e potássio

Abaixo uma classificação das faixas de P disponível (extração Mehlich) em função do teor de argila do solo.


Para conhecer o fósforo remanescente (P-rem) e o Nível Crítico de Fósforo (NCP ou NiCriP) deve ser solicitado aos laboratórios estas avaliações, em função da amostra de solo enviada. É claro que tem um custo para isto, e acredito que todos laboratórios, ou quase todos, estão aptos para realizarem estas análises. Entretanto, se o P-rem for conhecido, poderá ser feito o cálculo do NiCriP e do fósforo relativo (PR).
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + 0,324731 x P-rem + 0,00160568 x (P-rem)²
Conhecendo-se o NiCriP, calcula-se o fósforo relativo (PR %).
O que é fósforo relativo (PR)?
Fósforo relativo (PR) é o teor de fósforo em relação ao nível crítico. A fórmula para cálculo do PR é a seguinte:
PR (%) = 100 x (teor de P Mehlich/NiCriP
O PR é classificado em faixas para interpretação da disponibilidade de fósforo, segundo Saadi et al. (2000).


Para um melhor entendimento, vamos fazer um exercício: um solo possui um teor de P (Mehlich) igual a 10 mg/dm³. O P-rem é de 12,6 mg/L. Baseado nestes dados, podemos calcular o NiCriP e o PR.
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + (0,324731 x 12,6) + 0,00160568 x (12,6)²
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + 4,09 + 0,00160568 x (158,76)Ni
CriP (mg/dm³) = 4,62 + 4,09 + 0,00160568 x (158,76)
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + 4,09 + 0,254918
NiCriP = 8,96 mg/dm³

PR (%) = 100 x (10/8,96)
PR (%) = 100 x 1,116
PR = 111,6 %
Pela tabela de interpretação da disponibilidade de fósforo, em função do PR, este solo enquadra-se na faixa de boa disponibilidade de P.

Um outro exemplo: a análise do solo acusa: P (Mehlich) = 4 mg/dm³ e P-rem = 6 mg/dm³.
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + (0,324731 x 6) + 0,00160568 x (6)²
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + 1,9484 + 0,00160568 x (36)
NiCriP (mg/dm³) = 4,62 + 1,9484 + 0,057804
NiCriP = 6,63 mg/dm³
Este é o nível crítico estimado para este solo.
PR (%) = 100 x (4/6,63)
PR (%) = 100 x 0,60
PR = 60%.
Este valor (60%) enquadra-se na faixa de baixa disponibilidade de fósforo.
Alvarez et al. (1999) apresentam uma tabela para interpretação da disponibilidade de P, de acordo com o teor de P-rem.


OUTRO ARTIGO PARA LER

7 comentários:

  1. HOLA PROF.. GOSTARIA TIRAR UMA DUVIDA, COMO EU POSSO CALCULAR E RECOMENDAR ADUBACAO FOSFATADA TENDO JA O VALOR DO P-rem e o NCriP E o fosforo disponivel, tudo isso ja tenho no meu analisis de solo..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondendo as suas duas perguntas:
      Você precisa ter uma tabela de recomendação de adubação conforme a sua região. Aí você enquadra os níveis de fósforo remanescente nas faixas das tabelas que lhe darão as necessidades de adubação. Acesse em marcadores análise do solo e leia o artigo nº 10 da série interpretação da análise do solo

      Excluir
  2. hola..como faser recomendacao de fertilizante organomineral. no meu analisis de solo tenho o P-rem, NCriP e P disponivel.. e demais elementos..??

    ResponderExcluir
  3. Você realmente é um professor de verdade. Muito obrigado pela matéria.

    Engº Agrônomo Virgílio Rodrigues Marques

    ResponderExcluir
  4. O P-rem se assemelha ao P-resina? O processo de extração é o mesmo ou é parecido? Eles dão valores iguais ou similares?

    Obrigado.
    Daniel S. Lozano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O P-resina é mais utilizado para avaliar solos onde houve adubação com fosfatos naturais, nos últimos dois anos.
      As tabelas de recomendação utilizam o P-rem e P-resina e P Mehlich em separado para determinar as quantidades de P2O5 na adubação

      Excluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.