quinta-feira, 3 de maio de 2012

Retrogradação do Fósforo em Fosfatados Estocados


O que é Retrogradação do fósforo no solo?

Em solos com altos teores de cálcio (Ca), sob a forma livre de carbonato de cálcio, pela retrogradação, o fósforo do adubo é convertido em fosfato tricálcico que não é aproveitado pela planta. É uma forma semelhante à da rocha fosfatada. Entretanto, na retrogradação o fósforo não fica perdido, mas torna-se disponível lentamente para as plantas. Comumente, ouvimos comentários que o fosfatado não pode ser aplicado junto com o calcário, ao mesmo tempo. É preciso aguardar, no mínimo 30 dias, entre a calagem e a
aplicação do fertilizante fosfatado. Isto é verídico. Fosfatado e calcário não podem ser aplicados juntos. Na retrogradação, o fósforo volta à forma tricálcica, ou seja, a forma encontrada nas rochas fosfatadas. O que se pagou para a indústria transformar fosfato tricálcico em fosfato monocálcico solúvel em água é perdido, em parte, pela retrogradação. Mas, a retrogradação não existe somente no solo. Ela pode acontecer, também, dentro da sacaria do fertilizante, na estocagem do produto. Ela é medida pela diferença entre a concentração de fósforo solúvel em água garantida no momento da produção e depois da armazenagem, no momento de aplicação no solo. Uma armazenagem de fosfatados solúveis em água pode acarretar diferenças nos teores solúveis em água, garantidos pelo fabricante.

Por que acontece isto?
1. pela presença de óxidos contidos na rocha fosfática;
2. reação que se verifica entre a parte de fosfato tricálcico não atacada pelos ácidos e a forma de fósforo solúvel em água (monocálcico);
3. pelas reações que ocorrem durante o processo de secagem do produto;
4. reação entre o ácido fosfórico e o carbonato de cálcio não atacado, dando origem ao fosfato tricálcico.

Portanto, é recomendável antes de aplicar fertilizantes fosfatados solúveis em água e armazenados por muito tempo, uma análise do produto para verificar o teor solúvel em água de P2O5 e fazer as devidas correções na quantidade.

5 comentários:

  1. Já assisti uma palestra que um "Dr. Maluco" disse que tinha que aplicar araty antes de calcario!!! rsrs

    ResponderExcluir
  2. Isso vale para o P dos fertilizantes NPK?

    ResponderExcluir
  3. O intervalo de 30 dias entre aplicação dos corretivos fosfatados e calcário tem que ser feito com a ocorrência de chuvas (período chuvoso) ou pode ser considerado sem a ocorrência de chuvas nesse intervalo? Pergunto pois no MT no inverno (época de correção de solo em muitos locais) não ocorrem chuvas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A umidade do solo é importante para solubilizar o calcário e os fosfatos. Mas o período de chuvas dura mais de 30 dias.

      Excluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.