terça-feira, 2 de abril de 2013

Cuidados no Uso das Unidades Expressas na Interpretação da Análise do Solo




Introdução

Um erro de cálculo, na interpretação da análise de solo, é não prestar atenção em que unidade os nutrientes estão expressos no resultado laboratorial. É comum os nutrientes estarem expressos em mmolc/dm³ e os cálculos são feitos como se fossem cmolc/dm³. Isso leva a resultados errôneos que podem superestimar a necessidade de calagem, a interpretação das faixas de disponibilidade das tabelas de recomendação de calagem e adubação, os teores de nutrientes em kg/ha, etc. Existem laboratórios que expressam o resultado dos teores de nutrientes em cmolc/dm³ e outros em mmolc/dm³. Por exemplo, 1 cmolc/dm³ de K é igual
a 391 mg/dm³; 1 mmolc/dm³ K = 39,1 mg/dm³. Publicamos inúmeras postagens sobre interpretação da análise do solo, falando sobre essas diferenças e os cuidados que devem ser tomados na hora de calcular a soma de bases (SB), as CTC's efetiva e a pH 7,0.

Unidades expressas em cmolc/dm³


Se, no resultado da análise, o K, Ca, Mg e Al  são expressos em cmolc/dm³, todos os cálculos serão expressos em cmolc/dm³. Às vezes, o K está expresso em mg/dm³. Para se igualar aos outros cátions básicos, expressos em cmolc/dm³, devemos fazer a conversão:
1 mg/dm³ K / 391 = 1 cmolc/dm³ de K
ou, 1 mg/dm³ K x 0,002558 = 1 cmolc/dm³ K
0,002558 é obtido de 1 / 391.

Como se calcula o cmolc/dm³ dos cátions?

1 cmolc/dm³ = massa atômica em g / valência / 100
Para visualizar o cálculo de K, Ca, Mg, Na, Al,  basta acessar:

Nesse artigo, além dos cálculos como obter cmolc/dm³, existe também a conversão dos mesmos para mg/dm³.
Portanto, se estamos lidando com resultados de análise de solos expressos em cmolc/dm³, devemos interpretá-los como tal e não considerá-los com se fossem em mmolc/dm³.

Unidades expressas em mmolc/dm³


Como se calcula o mmolc/dm³ dos cátions?

Quando os resultados são expressos em mmolc/dm³, o cálculo é diferente, ou seja:
1 mmolc = massa atômica / valência / 1000
Qual a diferença entre as fórmulas mmolc e cmolc/dm³ ?
A diferença é que no cálculo do cmolc/dm³ dividimos por 100; no cálculo do mmolc/dm³ dividimos por 1000.
1 mmolc Ca = 40 / 2 / 1000
1 mmolc Ca = 0,020 g = 20 mg Ca
Uma análise do solo mostra 5 mmolc/dm³ Ca, para converter em mg/dm³ o cálculo é o seguinte:
5 mmolc/dm³ Ca x 20 = 100 mg/dm³ de Ca ou 200 kg/ha de Ca (mg/dm³ x 2 = kg/ha)

1 mg/dm³ Ca / 20 = 0,5 mmolc/dm³ Ca
100 mg/dm³ Ca / 20 = 5 mmolc/dm³ Ca

Para obter o valor de 1 mmolc/dm³ de K, Mg, Na e Al, seguir o mesmo raciocínio do Ca. Abaixo, os valores da massa atômica e valência do nutriente para a obtenção do cálculo
Potássio (K) - massa atômica 39,1   valência 1
Cálcio (Ca²) - massa atômica 40  valência 2
Magnésio (Mg²) - massa atômica 24  valência 2
Alumínio (Al³) - massa atômica 27   valência 3
Sódio (Na) - massa atômica 23   valência 1

Cálculo dos conceitos básicos na Interpretação da Análise do Solo


Seja o resultado hipotético de uma análise do solo (Quadro 2.):


Os cátions básicos estão expressos em cmolc/dm³
Soma de Bases (SB) = K + Ca + Mg
SB = 0,05 + 0,5 + 0,12
SB = 0,67 cmolc/dm³
CTC efetiva (t) = SB + Al
t = 0,67 + 1,3
t = 1,97 cmolc/dm³
CTC a pH 7.0 (T) = SB + (H + Al)
T = 0,67 + 4,9
T = 5,57 cmolc/dm³

Os cátions estão expressos em mmolc/dm³


Os cátions estão expressos em mmolc/dm³
Inclusive o K em mg/dm³ foi convertido para mmolc/dm³.
24 mg/dm³ K / 39,1 = 0,6 mmolc/dm³
Ou, 24 mg/dm³ K x 0,02558 = 0,6 cmolc/dm³
0,02558 é obtido de 1 / 39,1

Soma de Bases (SB) = K + Ca + Mg + Na
SB = 0,6 + 12 + 6 + 1,2
SB = 19,8  mmolc/dm³
CTC efetiva (t) = SB + Al
t = 19,8 + 5
t = 24,8 mmolc/dm³
CTC a pH 7.0 (T) = SB + (H + Al)
T = 19,8 +29
T = 48,8 mmolc/dm³

Cálculo da Necessidade de Calagem (NC)


Aqui o erro no uso da fórmula de cálculo da necessidade de calagem superestima a necessidade de calagem. Para ler sobre o assunto acesse 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.