terça-feira, 4 de agosto de 2009

Hortaliças - Cálculo da adubação recomendada

As hortaliças são exigentes em nutrientes os quais devem estar disponíveis no solo. São plantas que esgotam o solo pois toda ela é colhida por inteiro. As adubações nitrogenadas contribuem para reacidificar o solo. Por isto, torna-se necessário um controle desta acidez através de análises de solos mais frequentes. A reaplicação do calcário é indispensável quando o pH do solo for menor que 6,0 e/ou V% menor que 80. A preferência deve ser para um calcário dolomítico que contém cálcio (Ca) e magnésio (Mg) e incorporado na profundidade de 20 cm de solo. A adubação pode ser feita em toda a área ou em sulcos. Para calcular a quantidade de adubo utiliza-se fórmulas conforme abaixo:

Cálculo da quantidade em g/m²: as recomendações de adubos são feitas em kg/ha. Para transformar em g/m² basta dividir a dose recomendada por 10.
Exemplo: 600 kg/ha de adubo 8-24-12 ; 600/10 = 60 g/m²
200 kg/ha de P2O5 = 200/10 = 20 g/m²
150 kg/ha de K2O = 150/10 = 15 g/m²

Cálculo para o plantio em camalhões: a adubação é feita em sulcos antes da confecção dos camalhões. Neste caso, transforma-se a recomendação de kg/ha para g/m linear de sulco. A fórmula é a seguinte:
g/m linear de sulco = (kg/ha*e) / 10
e
= espaçamento entre camalhões, em metro
Exemplo: 600 kg/ha de 8-24-12; espaçamento (e) entre sulcos: 0,80 metro
g/m linear de sulco = (600 x 0,80) / 10 = 4,8 g/m linear.

Um comentário:

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.