quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Aplicação e Incorporação do Calcário

O cálcario deve ser aplicado com uma antecedência de seis meses quando se tratar de culturas menos tolerantes à acidez do solo, e três meses para as demais culturas. Sendo assim, os melhores resultados serão obtidos com a calagem. A distribuição do calcário deve ser feita em toda a área da lavoura. A recomendação é que tanto a distribuição como a incorporação do corretivo seja feita uniforme; a má distribuição, além de agravar os problemas, não corrige a acidez do solo de maneira eficiente.
Calagem na linha de semeadura.
Quando não é possível corrigir toda a área, recomenda-se a aplicação do calcário na linha de semeadura para algumas culturas que são sensíveis a acidez do solo. Na execução desta prática é utilizado o calcário finamente moído ou "filler" e que apresente um PRNT maior que 90%. O filler não deve ser misturado com o fertilizante, pois a distribuição não será uniforme tanto para o calcário como para o adubo. A quantidade de filler nas lavouras deve ser de 200 a 400 kg/ha, reservando-se a maior dose para os solos argilosos. Quando a acidez do solo for elevada, em que a recomendação é maior que 7 t/ha, deve-se associar, à aplicação na linha, uma calagem parcial em toda a área.

Incorporação do calcário em cultivos convencionais.
Na incorporação do calcário utiliza-se aração e gradagem, e realizada na camada de 0-20 cm. Para quantidades maiores que 5 t/ha, aplicar metade da dose recomendada e lavrar. Após, aplicar a outra metade, lavrar e gradear novamente. Para quantidades menores que 5 t/ha a incorporação deve ser feita com uma gradagem seguida de aração e mais uma gradagem. Nos solos arenosos, a utilização de grades pesadas faz com que a incorporação do corretivo seja mais profunda. A preferência deve ser por equipamentos que utilizem discos, pois promovem uma melhor incorporação e mistura do corretivo com o solo; isto é muito importante, pois o calcário é pouco solúvel e os nutrientes são pouco móveis no solo. Não é recomendado aplicar o calcário quando o solo estiver muito molhado, pois ele adere aos torrões úmidos de solo, e a incorporação não é uniforme; não se aplica, também, calcário em dias de muito vento.

Sistema de Plantio Direto
No Sistema de Plantio Direto (SPD) quando em fase de implantação, em solos com elevada acidez, deve-se aplicar a quantidade recomendada para a camada 0-20 cm, com incorporação do corretivo ao solo. Em campo natural, solos com baixa acidez, pode-se aplicar o calcário com o revolvimento do solo. Para isto, aplica-se o produto na superfície quando a dose recomendada for de até 5 t/ha e PRNT do corretivo 100%

Em Sistema Consolidado
Em sistema consolidado, a aplicação do calcário deve ser feita superficialmente. Nestes casos, é comum o uso de gesso agrícola que promove, pela sua atividade, uma descida do calcário; muitos autores chamam isto de "incorporação química" do calcário. Entretanto, deve-se ter em mente as proporções de calcário e gesso para evitar o "arraste" de outros nutrientes para as camadas mais profundas.
No Estado do Rio Grande do Sul, a quantidade de calcário recomendada para sistemas consolidados é a metade da indicada pelo índice SMP para pH 5,5; entretanto este critério só pode ser usado em áreas onde não haja limitação de nutrientes, baixa saturação por alumínio, e sem camada superficial de solo compactado.

Nas Culturas Perenes
Nas culturas perenes, a calagem é feita superficialmente e a incorporação com o uso de grades leves. Anghnoni et al, observaram efeito da calagem até 10 cm, diminuição da acidez, e translocação de cátions de reação básica, em pronfundidade.

Segundo a EMBRAPA, no SPD, as quantidades de calcário são menores, e as recomendações baseiam-se na textura do solo: nos solos argilosos, a recomendação deve ser 1/3 a 1/2 da necessidade de calagem obtida pelo método V% para a camada de 0-20 cm; se a recomendação for maior que 2,5 t/ha adotar o valor limite. Já para os solos de textura média a arenosos, 1/2 da necessidade de calagem obtida pelo método V%; se a recomendação for maior que 1,5 a 2,0 t/ha, adotar o valor limite.
A reaplicação do calcário vai depender da análise de solos referente ao valor V%: se este valor for igual ou maior que 50%, a calagem não deve ser posta em prática.
No caso das hotaliças, a incorporação do calcário deve ser feita até 30 cm de profundidade, pois algumas plantas, como o tomate, têm as raízes mais profundas. A aplicação do calcário deve ser feita 30-40 dias antes do plantio utilizando o produto "filler" com um PRNT de 80-90%; no caso de produtos com PRNT 60-70%, a aplicação deve ser feita 60 dias de antecedência. A preferência é por calcário dolomítico que contenha 12% de magnésio na sua composição.
O pH do solo corrigido atinge um valor máximo entre 3 a 12 meses após a aplicação; depois vai diminuindo. Por isto, recomenda-se uma nova análise de solo a partir do terceiro ano conforme o desenvolvimento e produção da lavoura. Claro que a dose a reaplicar será bem menor que a primeira vez. O agricultor deve cuidar com as reaplicações do segundo ano e sem análise do solo, pois podem provocar uma "supercalagem"; esta é prejudicial pois ocasiona desequilíbrios nutricionais e o desenvolvimento de doenças para as plantas.

Assuntos Relacionados

40 comentários:

  1. Olá, gostaria de saber mais informações sobre Calagem na linha da semeadura. Se possível me passar alguns trabalhos científicos.
    Esse método pode ser utilizado somente com o "filler"? A respeito de um solo de textura media com o Ph de 5,1? Quais são os critérios para a quantidade a ser aplicada na linha? Em qual profundidade?

    Obrigado
    fellipecelestino@gmail.com
    At. Fellipe

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde

    gostaria de saber onde posso comprar filler calcário?
    poderia me ajudar nisso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode encontrar em qualquer indústria que beneficia calcário, de preferência o mais perto de sua lavoura (por causa do frete) ou nas empresas que vendem o produto, na sua região. O filler é um produto finamente moído e com PRNT mais elevado.

      Excluir
  3. Eu queria saber como se aplica calcario no solo para um planta ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc quer saber como aplicar calcário por planta? Vc deve ter o espaçamento entre árvores, na linha e entrelinhas. Por exemplo: 5 x 4 metros = 20 m². O hectare tem 10.000 m².
      Por exemplo, uma recomendação de 2.000 kg/ha.
      em 10.000 m² ........... 2.000 kg calcário
      em 20 m² ................ X kg calcário
      X = (20 x 2000) / 10.000
      X = 4 kg calcário por planta
      Aplicar na copa da árvore e incorporar superficialmente para não ferir as raízes.
      Se vai plantar uma muda colocar esta quantidade na cova

      Excluir
  4. Em uma área de pastagem degradada, com o índice de acidez elevado ( solo de cerrado ) quanto de calcário devo aplicar por hectare?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A melhor recomendação é baseada no resultado da análise do solo. Caso não tenha um resultado, providencie na coleta de uma amostra de terra que seja representativa da área. Se a tiver, calcule a necessidade de calagem para uma percentagem de saturação por bases (V2) de 50 a 60%.

      Excluir
  5. Olá gostaria de saber como fazer a aplicação de calagem para uma área com cultura perene(pomar de frutas) espaçamento (6x5) onde nessa mesma área nunca foi feita a calagem e qual calcário é o mais indicado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o artigo a seguir

      http://agronomiacomgismonti.blogspot.com.br/2013/01/manejo-da-calagem-e-adubacao-num-pomar.html

      Excluir
  6. Em uma área de pastagem degradada eu posso aplicar o calcário junto com o adubo? Seria interessante para economizar com operações com maquinário.

    att

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, para por exemplo um plantio de gramado, para a correção de solo inicial do qual possui acidez, posso utilizar o calcário filler, utilizo sempre o dolomítico, mas por falta de disponibilidade de entrega, tenho somente esse filler próximo de minha cidade, posso usar ele mesmo para esse tipo de correção? Muito Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filler pode ser empregado mas em quantidade menor. Se vc vai semear a grama, coloque de preferência na linha cuidando para não entrar em contato com a semente. A melhor maneira seria a incorporação de calcário antes do plantio da grama

      Excluir
  8. Boa noite professor,vc pode me ajudar com essas duvidas ? Como responder.
    - Tenho uma propriedade cuja analise de solo X apresentou- me a seguinte relação: pH 4,3; V1 48; CTC 39; onde quero cultivar a cultura de cana de açúcar. E tenho uma amostra Y que informou- me que em outra gleba da propriedade onde implantarei a cultura da seringueira tenho um solo com pH de 4,9; uma CTC de 42; e um V1 56. O calcário que disponho na propriedade tem um PRNT de 97%. Quanto exatamente devo aplicar em cada gleba separadamente?





    Quero realizar uma adubação mineral em minha cultura e quero aplicar 620 kg da seguinte formula 8 -28- 16, gostaria de saber quantos quilos de cada nutriente N-P-K estou colocando em minha cultura?

    ResponderExcluir
  9. Leia http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2010/03/calculo-da-calagem-pelos-metodos.html
    http://agronomiacomgismonti.blogspot.com/2009/04/encontrando-formulas-similares-de.html

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde! professor um calcário que por alguma eventualidade digamos assim, que foi mal armazenado e exposto a sol e chuva por um período de 8 meses, já estando empedrada, obviamente o seu PRNT é alterado pela sua granulometria. a pergunta é e se esse calcário fosse novamente moído ele voltaria ao seu PRNT original ou pelo pelo ato dele ter sido umedecido e endurecido a sua propriedade química também foi alterada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ter perdido suas características físicas e químicas. Vale experimentar a moagem e uma nova análise do calcário poderá ser feita para você ter uma ideia dos teores de nutrientes.

      Excluir
  11. Bom dia ! Professor estou com uma amostra de solo e os resultados deram os seguintes resultados.
    Ca 0.4 cmolc/ dm3
    Mg 0,2 cmolc/ dm3
    CTC - 2.3 cmolc dm3 ,
    AL -0.10 cmolc dm3.
    Ca/CTC 17 %, Mg/CTC 9 %, k /CTC 4%
    argila 25%
    Realizei as seguintes contas de calagem para elevar os Ca para 50% e Mg 18 %
    Os resultados foram de 585 kg de dolomítico garantias de 27%Cao e 18% de Mgo.
    E 702 kg de calcitico garantias de 51% Cao.
    A minha duvida é o seguinte, achei muito baixo esses valores para ser aplicado, pois sera aplicado em uma área de pasto degradado para posteriormente ser plantado soja.
    Acredito que esses valore deram baixo pela CTC esta baixa.
    Professor esta certo esse resultado que deu posso considerar as quantidades a cima a ser aplicadas de calcário, como é área de primeiro ano de soja em uma área de pastagem degrada tem alguma metodologia que posso levar em consideração para aplicar quantidades a mais de calagem. lembrando que essa aplicação e incorporação sera agora na seca e sendo plantado o soja em novembro.
    Os cálculos que realizei para calagem foi na camada de 0-20 e o calcário sera incorporado em 30 cm quanto devo aumentar de calagem nessa camada de 30 cm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O correto seria ter tirado uma amostra de solo da camada 0-30cm. Mas, o resultado apresenta um Al muito baixo. Se você fez os cálculos corretamente, a necessidade de calagem deve ser esta, pois o Al é muito baixo. O Ca e o Mg estão muito baixos, pela calagem você vai aumentar os teores.
      A quantidade achada deve ser multiplicada por 1,5 por causa da camada 0-30. Além disto fazer a correção levando em conta o PRNT do calcário, pois as recomendações de calagem se baseiam num corretivo com 100% de PRNT.

      Excluir
  12. Olá, quero semear 100 M2 de Grama , qual é a quantia ideal de calcário que devo ultilizar e quantos dias após a calagem devo semear? gratissimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O certo era fazer uma análise do solo. Como a área é pequena use 100 g/m². misturar com a terra e plantar 30 dias após.

      Excluir
  13. Bom dia! Apliquei calcário calcítico (PRNT=95%), 7t/ha, visando corrigir acidez em profundidade de 30 a 40 cm, porém começou chover muito sem parar (Centro-Sul do Paraná) e já se passaram quase dois meses e ainda não consegui gradear, subsolar e fazer as arações. Quais as consequencias de uma incorporação tardia após tanta chuva?

    Parabéns pelo blog, a qualidade é excelente e de muito utilidade!

    Abraço,
    Odair

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lembre-se que o cslcário reage no solo de acordo com o seu PRNT e em 90dias ele reage. Por isto recomenda-se aplicar calcário no mínimo 90 dias antes do plantio.

      Excluir
  14. Boa noite professor eu tenho uma plantação de maracuja so que não foi feito o procedimento de correção com calcario antes do plantio..eu posso aplicar agora depois de plantado..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você não disse o estágio das plantas. Pode fazer, mas cuide para não ferir as raízes das plantas

      Excluir
  15. O meu palantio ja tem quatro meses tem um bom desempenho .situa no oste do pará. Mais e possível fazer aplicação de calcario

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual o plantio. Se cultura anual espere a próxima safra e faça aplicação de calcário, no mínimo 90 dias antes do plantio

      Excluir
  16. Boa tarde,
    primeiramente gostaria de parabenizar pelo blog que é tão rico em conteúdo. Estou tendo a oportunidade de aprender muito com o seu trabalho.

    Uma dúvida que tenho sobre a calagem é: Existe alguma contra indicação para semear logo após a calagem? Causa dano às sementes?
    No meu caso vou plantar crotalária e milheto para produção de matéria de cobertura para depois então plantar a cultura definitiva.
    Existe algum problema em semear logo após a calagem? (feita a 2 semanas).

    Grato

    ResponderExcluir
  17. Bom dia.

    Preciso fazer uma aplicação de calcário em 90 kg de solo. Ainda não sei interpretar corretamente a análise. Poderia me ajudar a descobrir quanto de calcário incorporar para fazer a correção do pH?
    Usarei calcário Dolomítico.
    Desde já, grato.
    Arthur Moreira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi a sua pergunta ou faltam dados para melhor interpretá-la. O que consigo imaginar é que você tem uma recomendação de tantos kg de calcário por ha, e quer saber quanto aplicar em 90 kg de terra.
      Ora, um hectare tem 2000 kg de terra, considerando esta com uma densidade = 1,0. Então, faça uma regra de três. A quantidade de calcário é para 2.000 kg, quanto de calcário para 90 kg.
      Depois faça a correção da quantidade pelo PRNT do calcário usado
      100/ PRNT do calcário x quantidade achada para 90 kg de terra.

      Excluir
    2. Desculpe, corrija a quantidade de terra: é 2.000.000 de kg e não 2.000 kg. Em vez de colocar 2.000 t, coloquei em kg

      Excluir
  18. Boa tarde, professor!

    Vou aplicar calcário a lanço com uma distribuidora de 02 discos rotativos. O problema é que venda muito aqui na região. Qual seria o limite de velocidade do vento para que não prejudicque muito a aplicação? Tbm seria ideal fazer a aplicação com uma velocidade menos do trator e uma faixa de aplicação mais estreita? Isso ajudaria a reduzir a deriva?

    Obrigado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente é um problema. Procure aplicar em épocas que não tenha vento.

      Excluir
  19. OLÁ, BOM DIA
    ESTOU QUERENDO FAZER UM PLANTIO DE MILHO E NÃO SEI EM QUANTO TEMPO APÓS A CALAGEM EU POSSO FAZER A SEMEADURA.
    O SENHOR PODE M ORIENTAR?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Atente para o fato que a melhor eficiência do calcário é após 90 dias de sua aplicação.

      Excluir
  20. Boa noite como posso aplicar calcário na grama esmeralda já plantada a 4meses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia:

      http://rivabemplantas.com.br/2010/11/11/cuidados-com-a-grama/

      Excluir
  21. boa noite
    se uma área pega 8 t/ha eu posso jogar tudo de uma só vez ????

    ResponderExcluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.