quinta-feira, 5 de julho de 2012

Necessidade de Calagem pela Análise do Solo

Interpretação da análise do solo (6)



No artigo anterior "Percentagem de Saturação (V%) na Análise do Solo" da série Interpretação da análise do solo, foi calculado o V% das amostras 1, 2 e 3 (objeto de estudo desta série). Para o leitor acompanhar o raciocínio abaixo é necessário a leitura deste artigo.
Percentagem de Saturação por bases (V%) na análise do solo - Interpretação da análise do solo (5)

Podemos, agora, calcular a necessidade de calagem para as três
amostras. Os valores de V que encontramos nas amostras serão chamados de V1, ou seja, a percentagem de saturação por bases a pH
natural do solo. Na recomendação de calagem pelo "método saturação por bases", procura-se elevar o V1 a um valor determinado para cada cultura e por Estado. Alguns Estados preconizam elevar a saturação de bases na soja para 70%. Outros, recomendam um V = 60%. Este V que procuraremos elevar será chamado de V2. E mais a CTC a pH7.0 (T) em cmolc/dm³ ou mmolc/dm³, conforme foi expressa na análise do solo.


Para obter a necessidade de calcário em t/ha (NC), a fórmula a ser empregada é a seguinte:
NC (t/ha) = [(V2 - V1)] x T / 100     (no caso de T expresso em cmolc/dm³) ou,
NC (t/ha) = [(V2 - V1)] x T / 1000   (no caso de T expresso em mmolc/dm³).
T =  valor da CTC a pH7.0

AMOSTRA 1:
Esta amostra deu um resultado de V1 = 62,35% (Ver o artigo apontado acima). Para recomendação de V2 = 60% não haverá necessidade de calagem, pois o V1 é maior que o V2.
Para uma recomendação de elevar o V2 = 70%, o cálculo será o seguinte:
NC (t/ha) = [(70 - 62,35)] x 13,28 / 100
NC (t/ha) = [7,65] x 13,28 / 100
NC = 1,0 t/ha
As recomendações de calagem são para um calcário com 100% de PRNT. Se o calcário não possuir este PRNT, deve-se fazer a correção da quantidade. Por exemplo: um calcário com PRNT de 84%. O fator de correção (f) será: f = 100/PRNT. Isto é f = 100/84 = 1,19. Portanto, 1,0 t/ha x 1,19 = 1,19 t/ha. Se a recomendação fosse 3 t/ha, teríamos 3 x 1,19 =3,57 t/ha.

AMOSTRA 2:
Para elevar V2 = 60%
NC (t/ha) = [(60 - 31,16)] x 5,39 / 100
NC (t/ha) = [28,84] x 5,39 / 100
NC = 1,6 t/ha (PRNT 100%)
Para elevar V2 = 70%
NC (t/ha) = [(70 - 31,16)] x 5,39 / 100
NC (t/ha) = [38,84] x 5,39 / 100
NC = 2,1 t/ha (PRNT 100%)

AMOSTRA 3:
Esta amostra  é de um solo com 18% de argila, o que caracteriza como um solo arenoso. A calagem para solos arenosos é baseada na neutralização do Al³+ e no suprimento de Ca²+ e Mg²+. Para o cálculo da necessidade de calagem (NC) utilizam-se duas fórmulas. Após o cálculo, escolhe-se aquela que deu a maior quantidade. No Quadro 1, a amostra 3 tem 2,0 cmolc/dm³ de Al³+ e a soma (Ca²+ + Mg²+) é de 0,76 cmolc/dm³.
Fórmula 1
NC (t/ha) = Al³+  x  2    (1)
NC (t/ha) = 2 x 2
NC (t/ha) = 4 t/ha (PRNT 100%)
Fórmula 2
NC (t/ha) = [2 - (Ca²+ + Mg²+)]  (2)
NC (t/ha) = [2 - (0,76)]
NC (t/ha) = 1,24 t/ha (PRNT 100%)
A escolha da quantidade é a maior entre as duas fórmulas, que, neste caso, é a fórmula (2), ou seja, 4 t/ha.
Leia também:
Cálculo da calagem para solos arenosos
Por que não comprar calcário pelo preço?
Qual a importância do PRNT do calcário?
Qual a percentagem do calcário que reagirá com os ácidos do solo

Artigos da Série Interpretação da Análise de Solo
O pH na análise do solo - Interpretação da análise do solo (1)
Argila e matéria orgânica na análise do solo - Interpretação da análise do solo (2)
Cátions trocáveis e as CTC's na análise do solo - Interpretação da análise do solo (3)
Cátions ácidos e saturação por alumínio na análise do solo - Interpretação da análise do solo (4)
Percentagem de saturação por bases (V%) na análise do solo - Interpretação da análise do solo (5)

REFERÊNCIAS

CARVALHO, J. C. R.; SOUSA, C. S.; SOUSA, C. S. Fertilização e fertilizantes. 2005. Cruz das Almas, Bahia. Universidade Federal da Bahia. Escola de Agronomia. Depto de Química Agrícola e Solos. Disponível em: <http://www.ufrb.edu.br/nutricaomineral/nmp_pg_09/Apostila%20fertilizantes%20e%20fertiliza%E7%E3o.pdf > Acesso em: 13 de Jun. 2012.

LOPES, A.S.; SILVA, M. de C. & GUILHERME, L.R.G. Acidez do solo e calagem. 3a. ed. ANDA, São Paulo, 1990. 22p. Boletim Técnico No. 1.

LOPES, A.S.; GUILHERME, L.R.G. Interpretação da Análise do Solo - Conceitos e aplicações. ANDA, São Paulo. Ed. atual. 2004. 51p. Boletim Técnico No 2.Qual percentagem do calcário que reagirá com os ácidos do solo?

3 comentários:

  1. Não é considerado o PRNT?

    NC (t/ha) = [(V2 - V1)] x T / 100 (no caso de T expresso em cmolc/dm³) ou,

    NC (t/ha) = [(V2 - V1)] x T / 1000 (no caso de T expresso em mmolc/dm³).

    T = valor da CTC a pH7.0

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Crispiano. As recomendações de calagem são feitas considerando uma camada de 0-20cm de solo e a utilização de um calcário com 100% de PRNT. Dai estas fórmulas que você apontou que vão dar a quantidade de calcário na camada de 0-20cm e que tenha um PRNT de 100%.
      Quando, o calcário tem um PRNT maior ou menor que 100%, deve-se fazer a correção da quantidade como exemplificado no texto acima publicado ou seguir a fórmula que é recomendada já adaptada e para ajudar o cálculo direto, ou seja:
      NC (t/ha) = [(V2 - V1)] x T / PRNT (no caso de T expresso em cmolc/dm³)
      NC (t/ha) = [(V2 - V1)] x T / 10*PRNT (no caso de T expresso em mmolc/dm³).

      Excluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.