segunda-feira, 16 de maio de 2011

Plantio Direto é Sucesso no Paraná

No Paraná, o plantio direto na palha está bem disseminado pelos produtores rurais, numa área que atinge a cinco milhões de hectares. É comum o plantio de soja por dois anos e depois o milho. No inverno, o plantio de milho safrinha ou trigo. Isto faz parte do que é preconizado pelo Programa Agricultura de Baixo Carbono (Programa ABC), o sequestro de carbono. Além disto, nestas áreas, o solo é protegido da ação da erosão. O sistema de plantio direto tem várias vantagens: retenção da umidade do solo, pela ação da cobertura vegetal; preservação da matéria orgânica do solo; sequestro de carbono; minimização da erosão causada pelo vento e pela chuva; maior atividade dos microorganismos do solo.
Outra prática executada pelos produtores rurais do Paraná é o "Manejo Integrado de Pragas", com benefícios oriundos da redução da aplicação de inseticidas. Através dos resultados alcançados pelas pesquisas, os produtores estão aplicando menos fertilizantes sem afetar o desempenho das lavouras. A utilização de variedades resistentes à doenças tem reduzido a aplicação de agrotóxicos. A inoculação das sementes de leguminosas, com bactérias específicas, reduz a aplicação de fertilizante nitrogenado ou, até mesmo, substituindo o seu uso, o que se traduz na diminuição do custo de produção da lavoura.

Um comentário:

  1. É um manejo que deveria ser lei, pelo menos para as grandes culturas.

    ResponderExcluir

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.