quarta-feira, 8 de junho de 2011

O que é Poder Tampão do Solo?

O poder tampão significa a resistência do solo à mudança de pH. Nos solos álicos, que apresentam saturação por alumínio (m%) maior que 50%, o elevado poder tampão é uma grande limitação, pois necessitam de elevada quantidade de calcário para neutralizar a acidez do solo e a ação tóxica do alumínio. Para saber como calcular a saturação por alumínio (m%), clique no link abaixo:
No RS e SC o método usado para determinar a quantidade de calcário é o SMP, desenvolvido por SHOEMAKER et al. (1961), e que consiste em diminuir o pH de uma solução tamponada a pH 7,5 quando em contato com o solo. A diminuição de pH é proporcional à acidez potencial do solo. A acidez potencial é o fator determinante para a quantidade de corretivo para neutralizar a acidez. O método SMP é calibrado contra um método padrão. O método padrão é a incubação de amostras de solo de uma região com níveis crescentes de carbonato de cálcio puro e durante o tempo necessário para que se complete a reação. Após esta incubação, o pH das amostras é medido e relacionado às quantidades de carbonato de cálcio aplicado. São obtidas as curvas de neutralização que vão possibilitar o cálculo da quantidade de calcário necessária para aumentar o pH do solo. As dosagens  de calcário podem ser calculadas com base no pH-SMP de qualquer solo. No RS e SC, as tabelas de recomendação de calcário foram feitas para atingirem os seguintes valores de pH: 5,5 - 6,0 - 6,5.
Como ocorre o poder tampão do solo?
Primeiro, precisamos recordar o que é "acidez ativa" e "acidez potencial". Acidez Ativa é a concentração de H+ na solução do solo, expressa em termos de pH. Acidez Potencial refere-se ao total de H+, em ligação covalente, mais (H + Al) trocáveis. A acidez potencial é determinada por uma solução tamponada a pH 7,0. Os íons H+ da solução do solo (acidez ativa) estão em equilíbrio com os H+ da acidez potencial. Quando se neutraliza os H+ da solução do solo, mais H+ trocáveis e não trocáveis passam para esta solução. Há uma restauração da acidez ativa. Esta resistência à mudança de pH é o poder tampão do solo.
Quanto mais elevado é o teor de matéria orgânica do solo, o teor de argila e o de óxidos, maior será o poder tampão, pois são fontes de H+ e Al³+ para a solução do solo. Os solos arenosos, pobres em matéria orgânica, têm baixo poder tampão. Em solos ácidos, a incorporação de esterco de animais tem aumentado o pH do solo. O solo (parte sólida) tem a propriedade de reter íons nos coloides e manter uma pequena quantidade destes íons na solução do solo (parte líquida). Quando as plantas absorvem nutrientes da solução do solo, eles são repostos imediatamente na solução do solo. Há um equilíbrio entre as fases sólida e líquida. Quando são aplicados fertilizantes, há um aumento na concentração de nutrientes na solução do solo: a maior parte é adsorvida aos coloides e a outra pequena quantidade fica disponível na solução. A isto chamamos capacidade do solo de tamponar a solução: libera íons na solução quando a concentração está baixa e retém quando a concentração está alta.
OUTROS ARTIGOS PARA LER

2 comentários:

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.