terça-feira, 16 de agosto de 2011

Valor CTC mal Aplicado Superestima Necessidade de Calagem

A correta recomendação da necessidade de calagem, utilizando o método saturação por bases (V%), vai depender de que forma a CTC a pH 7,0 (T) está expressa. A CTC a pH 7,0 pode ser expressa de duas maneiras: em cmolc/dm³ ou mmolc/dm³.
A fórmula que mais conhecemos é a seguinte:
NC (t/ha) = (V2-V1) x T / 100.
V2 = percentagem de V que se quer elevar conforme a cultura;
V1 = valor da percentagem de saturação de bases do solo
T = CTC do solo expressa em cmolc/dm³
Como a recomendação dda necessidade de calagem (NC) é para utilização de um calcário com 100% de PRNT, fazer a correção da quantidade quando o PRNT for diferente.
Dela surgiram variações, como:
NC (t/ha) = (V2-V1) x T x f  / 100  (incluido o fator "f" de correção do PRNT) 
NC (t/ha) = (V2-V1) x T  /  PRNT 
Nesta última fórmula o PRNT é do calcário a ser usado e, neste caso, não precisa fazer a correção da quantidade encontrada.  
Todas elas vão dar o mesmo resultado, a mesma recomendação de quantidade.
Mas, se usarmos o 'T" expresso em mmolc/dm³, nas fórmulas acima, cairemos no erro de encontrar quantidades absurdas de calcário.
Por exemplo: um solo apresenta V = 40% e CTC a pH 7,0 ou "T" igual a 50 mmolc/dm³. Se usarmos uma das fórmulas acima, encontraremos:
NC t/ha = (70-40) x 50 / 100
NC t/ha = 30 x 50 / 100
NC = 15 t/ha
Portanto, devemos cuidar como os dados estão expressos na análise de solo.
Nem todos os  laboratórios de solos expressam as unidades da análise da mesma maneira. Em alguns Estados, o valor T, os cátions trocáveis, a soma de bases, são expressos na unidade cmolc/dm³. Em outros Estados, estes conceitos básicos da análise de solo são expressos em mmolc/dm³. Então, quem está acostumado a usar os dados em cmolc e for calcular uma necessidade de calagem pelo V%, usando dados de análise em mmolc, vai encontrar uma quantidade superestimada. O que devemos cuidar é avaliar em que unidade está expressa o "T", para aplicarmos a fórmula correta. Os laboratórios de solos já emitem as análises mostrando os resultados de V%, T, Soma de bases, m% e outros. Caso contrário, se tivermos que calculá-los, não devemos esquecer de verificar em que unidade estão expressos. As unidades cmolc e mmol não podem ser misturadas no cálculo. Devem ser uniformes em todos os cálculos.
Por outro lado, no caso dos dados da análise virem expressos em mmolc/dm³, a fórmula para o cálculo da necessidade de calagem, pelo método saturação por bases (V%), é a seguinte:
NC (t/ha) = (V2-V1) x T / 10 x 100
Aplicando o exemplo acima, a necessidade de calagem seria:
NC t/ha = (70-40) x 50  / 10 x 100
NC t/ha = 30 x 50 / 1000
NC = 1,5 t/ha
Portanto, de 15 t/ha passamos para 1,5 t/ha pelo emprego correto da fórmula, em função do T estar expresso em mmolc/dm³. O "T" mal aplicado pode superestimar a necesidade de calagem.
Lembrem-se que a quantidade encontrada deve ser multiplicada pela correção "f" do PRNT do calcário usado, caso ele for diferente de 100%. Cálculo do "f" = 100 / PRNT do calcário a ser usado.
As variações desta fórmula são as seguintes:
NC t/ha = (V2-V1) x T x f  / 10 x 100  
NC t/ha = (V2-V1) x T / 10 x PRNT. Aqui, o PRNT é do calcário que vai ser aplicado e não precisa corrigir a quantidade. O resultado em t/ha é direto. 
Nestas fórmulas podemos, ainda, considerar a profundidade "P" em que vai ser incorporado o calcário. As recomendações de calagem, além do PRNT de 100%, são feitas para a camada de 0-20 cm de solo. Para incorporação na camada 0-20 cm, o P = 1; para a camada de 0-10 cm, o P = 0,5; para a camada de 0-30 cm, P = 1,5; para a camada 0-40 cm, P = 2. Multiplique a quantidade de calcário encontrada pelos índices de P conforme a profundidade da camada de solo.
DICA: Se você dividir o valor T por 10 (T/10) terá o T expresso em cmolc/dm³. Aí é só utilizar as fórmulas para dados em cmolc/dm³.
Abaixo, um quadro com as fórmulas a serem utilizadas quando os dados da análise forem em cmolc ou mmolc/dm³.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.