quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Adubação Verde na Melhoria da Fertilidade do Solo

O que é adubação verde? Adubação verde ou adubo verde é a prática de adicionar leguminosas, cobrindo a superfície do solo, com o objetivo adicionar matéria orgânica, reciclagem de nutrientes e fixar o N do ar. Por que se utilizam as leguminosas nesta prática? Porque as leguminosas são ricas em nitrogênio (N) e possuem um sistema radicular bem desenvolvido e profundo. A adubação verde é fundamental na recuperação de solos que apresentam baixa fertilidade, elevando a produtividade das culturas. A adubação verde pode ser singular ou em consórcio com outras culturas, como milho, cana-de-açúcar, etc. Ela enriquece o solo com N, P, K, Ca, S, e outros nutrientes essenciais para promoverem o desenvolvimento das plantas.
A adubação verde melhora as propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos agrícolas. Quando se utilizam leguminosas, elas têm eficiência no controle dos nematoides. O adubo verde promove a reciclagem dos nutrientes trazendo-os das camadas profundas para a superfície do solo, em formas disponíveis e assimiláveis pelas plantas. Neste caso, uma grande vantagem é a utilização de espécies que possuem um sistema radicular profundo. Devido a fixação do N do ar pelas leguminosas, há uma substituição parcial dos fertilizantes minerais nitrogenados.
Além destas vantagens a adubação verde controla as ervas daninhas, pois, pela sua grande produção de massa verde, impedem o desenvolvimento daquelas. A adubação verde contribuem para reduzir o emprego de fertilizantes minerais e defensivos. Em lavouras com a terra exposta, seja em repouso ou entre as linhas de uma cultura, apresentam problemas de erosão causada por ventos ou pela água das chuvas. A terra é lavada e os nutrientes e a matéria orgânica são perdidos. A adubação verde, pela cobertura que desenvolve na superfície do solo, protege a terra contra os efeitos da erosão evitando as perdas de nutrientes e matéria orgânica. O cultivo de leguminosas, nas entrelinhas, protege o solo, enriquece-o com matéria orgânica, aumentando a atividade microbiana.
Na adubação verde são utilizadas leguminosas como crotalárias, mucunas, feijão-de-porco, guandu, lab lab, e outras de grande interesse. Na rotação de culturas o adubo verde pode ser incorporado ao solo após o corte, e segue-se o plantio de uma cultura econômica; ou pode ser mantida a cobertura sobre a superfície do solo e faz-se o plantio direto sobre a palhada. A época indicada para o corte ou a incorporação do adubo verde é quando as plantas encontram-se no estágio de floração: é a fase em que há maior concentração de nutrientes e é mais fácil a decomposição do material no solo. As leguminosas possuem uma relação C/N em torno de 12/1 por serem plantas ricas em nitrogênio. Já o milho possui uma relação C/N mais alta e é usado em consorciação ou em rotação de cultura com as leguminosas, para baixar a velocidade de decomposição do material vegetal, quando incorporado ao solo.
As chuvas e as altas temperaturas de verão facilitam a produção de massa verde, incorporação de N e ciclagem de nutrientes. Neste processo, as leguminosas terão um papel muito importante.
Os adubos verdes podem ser utilizados nas seguintes condições:
1) Pré cultivo ou rotação de culturas.
Os adubos verdes são utilizados antes ou depois de uma cultura. A finalidade é melhorar a fertilidade do solo para o plantio seguinte.
2) Consorciação.
Ocorre o plantio em conjunto do adubo verde com uma cultura de característica econômica. O adubo verde é cortado e depositado sobre o solo fornecendo nutrientes para a cultura principal. Ou pode ser plantado o adubo verde na parte final do ciclo da cultura principal. Há um desenvolvimento do adubo verde no final do ciclo da cultura econômica . Após o ciclo desta cultura, a adubação verde irá beneficiar a cultura seguinte.
3) Cultivos em faixas.
Se utilizam leguminosas perenes ou semiperenes em faixas que separam talhões de culturas. As leguminosas são cortadas periodicamente para adubar as culturas econômicas

OUTROS ARTIGOS PARA LER
Leguminosas na descontaminação de solos
A essência para sucesso do plantio direto
As vantagens do plantio direto
Recuperação de solos degradados
Controle dos nematoides pela rotação de culturas
Uso da rotação de culturas contra a monocultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, manisfeste a sua experiência, a sua dúvida, utilizando a parte de comentários.

Postar um comentário